, ,

Você está Doente e não Consegue Curar? Leia Isto

Dangerous-Dave-dave-mustaine-25005754-456-304
Dave Mustaine, do Megadeth, que se rendeu a Jesus quando teve que enfrentar uma enfermidade.

Esses dias não estão sendo muito fáceis para os “anciões” do Rock e do Metal. Shows de bandas como Motley Crüe, Motorhead, Iron Maiden e várias outras tiveram que ser cancelados porque seus integrantes estiveram doentes. Nisso nós vemos muitas manifestações de solidariedade pela rede mundial de computadores (e celulares), fãs manifestando seu apoio, desejando sorte ou mesmo pedindo orações a seus artistas favoritos.

Mesmo com toda fama e dinheiro que as celebridades da música têm, isso não as livra, muitas vezes, da depressão. Elas são olhadas como “semi-divindades” pelo público que os acompanha, que muitas vezes pensa que a fama e o dinheiro que eles ganham, além da arte que eles produzem que nos faz tão bem e mexe tanto com nossas vidas, os torna, talvez, um pouco “superiores” aos demais humanos. Mas isso não é real. Os artistas são tão humanos como nós e também se sentem desamparados, solitários e perdidos, como você e eu nos sentimos muitas vezes.

Talvez você esteja numa situação de enfermidade que te impacte muito. Talvez seja algo simples, mas que está te atrapalhando bastante, talvez seja algo complexo e incurável, que te atormenta frequentemente. Se você estiver numa situação assim, faça essa oração abaixo comigo:

Senhor, sinto-me aterrado com a minha doença, reconhecendo nela minha responsabilidade. Sei que a doença e a morte só existem por causa do pecado, e o meu pecado pessoal só fez agravar a situação. Nem sempre usei os dons que tu me deste para tua glória. Nem sempre fui comedido nas minhas ações, ou mesmo nos meus prazeres. E aqui estou, Senhor, amargando o resultado de uma vida que não foi exatamente o que tu querias. Vejo a tua mão sobre mim, MAS NÃO CONTRA MIM, pois TU ÉS AINDA MEU PAI. Tua disciplina me entristece e me envergonha – eu, que me considerava tão consciente e maduro na minha vida cristã – mas não me desanima, nem me destrói, pois tu queres apenas endireitar a minha vida e levar-me a um testemunho mais puro e mais eficiente da minha fé. Agradeço-te por tudo e peço-te, se for da tua vontade, que eu me ponha novamente em forma, possa eu vencer as minhas fraquezas, superar as tentações e ser um templo mais apropriado para o Espírito Santo – mediante ele próprio, que já habita em mim. Amém
(Coletânea de orações do Hinário Luterano).
Eu tenho uma doença rara, incapacitante e degenerativa. No geral eu consigo viver muito bem, buscando respeitar os limites da minha saúde e tentar levar uma vida normal, realizar as atividades que eu sei que consigo fazer e evitar as que eu sei que não consigo. As vezes a vontade é maior que a capacidade e acabo falhando muito naquilo que faço, por não ter capacidade física para honrar certos compromissos que eu mesmo me coloco, aí que começa o tormento, tanto interno como externo. O que mais ouço é que eu estou doente (mesmo que minha doença seja incurável) porque quero, porque mereço, como se eu pudesse controlar essa situação e me livrar dela. Alguns me acusam de estar assim por ser pecador, por não agir da forma que gostariam que eu agisse, mas sempre os “pecados” que me acusam de cometer não são coisas descritas pelas Escrituras como pecado, são apenas interpretações moralistas ou baseadas em gostos pessoais dos que tentam me “ajudar”. O ruim é que as vezes eu me deixo atormentar por isso e fico muito abatido, esquecendo da confiança em Deus e me deixando levar por acusações que eu sei que não têm fundamento.
O fato é que somos pecadores. Se não houvesse pecado, não haveria a morte e nem doenças. A Bíblia diz que o salário do pecado é a morte (Rom 6.23) e que nossa indignidade nos provoca doenças (1 Cor 11.30-32) e que todos já somos concebidos no ventre de nossas mães em pecado (Salmo 51.5). Então nós todos vamos adoecer em nossa vida e morrer um dia, mesmo que a pessoa se considere santa e “acima da média”, diante de Deus ela é tão pecadora como qualquer outra pessoa, não tem diferença (Is 64.6). Então não estamos doentes porque Deus é contra nós, mas porque nossa natureza humana é frágil e sujeita a doenças. Como Lutero diz: “o meu pecado pessoal só fez agravar a situação”. Quando deixamos de confiar em Deus e acreditamos nas acusações que o diabo e o mundo levantam contra nós, nós agravamos a situação. Deus não é meu inimigo, não é seu inimigo. Você se comporta como um inimigo dEle, muitas vezes, quando peca, eu também, mas Ele ainda assim nos ama: “Vejo a tua mão sobre mim, MAS NÃO CONTRA MIM, pois TU ÉS AINDA MEU PAI”.
Então te convido a anotar essa oração no seu caderninho, no seu bloco de notas, aonde vc puder, e se lembrar da sua posição de um pecador diante de Deus. Pecador sim, mas um pecador PERDOADO, amado por seu PAI, que te deu a vida, te criou, cuida de você para que você não seja eliminado da Terra e lançado agora no Inferno em seus próprios pecado, que enviou Jesus para tirar o pecado do mundo inteiro e a única coisa que Ele te pede é que você confie nEle de todo o seu coração, e ainda te perdoa se teu coração humano é pecador e vacilante, dando a fé de presente para você pelo próprio Espírito Santo, Deus Eterno igual ao Pai. Confie em Deus.
E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.
E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou.
Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito:Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia;Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.
Romanos 8:28-39

Comentários

Deixe uma resposta

Loading…

Comentários

O QUE VOCÊ ACHA?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%